Browsed by
Categoria: Destinos de Verão

Hvar – Croácia

Hvar – Croácia

Conheça curiosidades sobre Hvar e 4 dicas do que fazer.

A Croácia tem mais de 1.000 ilhas e natureza exuberante. No verão, o sol nasce por volta de 5 horas da manhã e se põe às 21/22h. Para quem quer se refrescar nas águas transparentes do Adriático e simplesmente curtir o sol e a natureza, é o destino perfeito.

Visite Hvar

Hvar fica na região de Dalmácia, no sul do país. Vale lembrar que a costa do país tem mais de 1000 km de praias e, para quem tem tempo, é possível explorá-las de carro.

A ilha

Com aproximadamente 68 km de comprimento, a ilha possui 4 municípios e diversos povoados. O município mais ocupado pelos turistas é Hvar. Nela fica a grande maioria dos hotéis e o comércio é mais desenvolvido. Restaurantes e lojas ao redor do agitado porto e até uma feira de rua diária com produtos locais podem ser encontrados

Seus principais atrativos

É impossível não admirar as águas transparentes do Adriático. A cada nova paisagem espere novos suspiros. Algumas praias ainda são praticamente desertas e, por isso, ainda mais incríveis.

Entre subidas, descidas e curvas, as plantações de lavandas espalham seu perfume.

Seus sabores

Não deixe de provar os azeites do país, que podem ser encontrados na feira e nos supermercados da cidade. São saborosíssimos!

Moeda local

A moeda local chama-se kuna. Atualmente 1 euro equivale a 7,5 kunas. Embora todos os lugares aceitem euros, você vai se espantar com a conversão feita pelos estabelecimentos. Logo, troque dinheiro em um banco ou casa de câmbio.

O que fazer (4 dicas)

tem muita coisa para se fazer em Hvar. Veja só o que sugerimos para vocês!

01. Passeio de barco pelas ilhas próximas:

alugue o barco e saia pelas ilhas Pakleni Otoci. Em uma delas há um restaurante que tem guarda-sol e pufs espalhados pela praia. Vale dar uma parada para relaxar e tomar uma cerveja. Mas o mais legal deste passeio é se perder nas diversas praias desertas. Quanto mais afastado do porto de Hvar, mais o passeio será exclusivo. Separe um dia inteiro e vá munido de comida e bebida. Com um barco pequeno, não é possível ir muito longe. Fique atento! Leve o celular e, caso tenha algum problema, poderá entrar em contato com a equipe da empresa de aluguel.

02. Praias praticamente desertas:

além das praias das ilhas, as praias de Lozna e Jagodna merecem a visita! Na primeira tem o bar de uma pensão onde é possível tomar uma cerveja gelada a 3 euros a garrafa! (veja aqui outras praias na Croácia)

03. Praia Dubovica:

mais conhecida e acessível que as outras, é acessível a pé, por um caminho de 1 km; é preciso estacionar na estrada e seguir ladeira abaixo. Depois de muito sol na cabeça, quando vocês chegarem lá embaixo haverá um restaurante delicioso esperando com uma porção de peixe frito com cerveja, na sombra!

04. Rota panorâmica para percorrer de Scooter:

percorra essa rodovia com mirantes e vistas estonteantes! E deixe-se entorpecer pelo perfume das lavandas.

Gostou das curiosidades e dicas ou quer saber mais? Deixe um comentário abaixo.

Mykonos

Mykonos

Mykonos

Mykonos é, provavelmente, a ilha mais famosa da Grécia e também uma das mais visitadas do mundo pelos turistas. A sua paisagem especial é dada pelas ilhas Cíclades, cercadas de belas praias de areia branca. Deve a sua fama à beleza da capital, das suas casinhas brancas e sinuosas passagens estreitas, bem como das suas enormes e variadas praias. A ilha foi descoberta em 1950, por um grupo de jovens, filhos de famílias ricas, que procuravam locais para se divertirem.

Na mitologia grega, Mykonos é filho de Apolo, deus da Luz e do Sol, mas hoje a história mudou. É uma ilha especial! O seu aspecto pitoresco vai para além da arquitetura típica grega, das vielas cheias de buganvílias e dos moinhos de vento. Esta é a ilha mais cosmopolita e animada, uma boa opção para quem procura diversão e festa, mas não deixa de agradar também quem prefere o sossego.

A ilha já foi ocupada pelos jônicos, fenícios, macedônios, atenienses, romanos, vienenses, gregos e alemães. Hoje, é uma mistura de heranças destas civilizações, sobretudo, daquelas que a comandaram a partir do século XV. Chora, a capital, é a parte mais antiga da cidade. Ruas de pedra cheias de casinhas brancas, com varandas floridas e cercada de igrejas pequeninas, um labirinto com recantos por desvendar. A vida noturna é agitada, seja nas praias maiores – que mantêm bares abertos até altas horas, ao som de música eletrônica – ou na principal cidade da ilha, Chora, cujo bairro Little Venice possui algumas discotecas.

Onde ir em Mykonos

Moinhos de vento

São o cartão-de-visita da cidade. Um cenário que se descobre logo quando se chega de barco. São cinco os moinhos que se avistam e foram construídos pelos venezianos no século XVI.

Igreja Panagia Paraportiani

Igreja-Panagia-Paraportiani-dicas-de-viagens-Mykonos-grecia-rodrigo-gurgel-agente-de-viagens-personalizadas

Destaca-se do restante das igrejas da ilha. É uma mistura de várias delas, construída por volta do século XV, é toda branca e contrasta com o céu azul.

Museu Arqueológico
namuseum.gr


Aqui pode-se ver as descobertas de túmulos da ilha vizinha de Rhenia, vasos, esculturas e figuras de arte excecionais.

Little Venice


É um conjunto de casas construídas no século XVI, literalmente penduradas sobre o mar. Acredita-se que foram erguidas pelos piratas para facilitar quando descarregavam os barcos. É incrível como ainda permanecem de pé, após tantos anos sofrendo com o vento e a água salgada. Hoje, a “Pequena Veneza” é um dos lugares mais procurados de Mykonos, com uma paisagem fabulosa, sobretudo durante o pôr-do-sol, com o mar à frente e os moinhos ao lado.

Edifício Town Hall

É um edifício construído em 1785 pela delegação russa e merece ser visitado. Foram anos de construção, mantendo ainda o seu design original.

Regiões a visitar

Chora


É a capital da ilha. Aqui encontra-se uma grande oferta de restaurantes, bares, mercados, lojas, escritórios para alugar carros (perto do terminal de autocarros), uma casa de câmbio e algumas agências de viagens.

Ano Mera

Paradise-Ano-Mera-dicas-de-viagens-Mykonos-grecia-rodrigo-gurgel-agente-de-viagens-personalizadas
Um vilarejo localizado a oito quilômetros do centro de Mykonos. Depois da capital, é o povoado mais antigo e mais importante da ilha. Um lugar tranquilo, menos agitado do que Chora e onde poderá apreciar um bom jantar num dos restaurantes da praça central. Aqui encontrará alguns mosteiros e igrejas e poderá usufruir das melhores praias da ilha, como Paradise, Super Paradaise, Elia, Platys Giales e Paranga (ou Paraga). Poderá, também, encontrar outras praias na parte de cima da ilha, como Kalafati, Ftelias, Panormos e Faros Armenistis.

Ilha de Delos

Ilha-de-Delos-dicas-de-viagens-Mykonos-grecia-rodrigo-gurgel-agente-de-viagens-personalizadas
Pode fazer um passeio de barco até a histórica ilha de Delos, o coração das ilhas Cíclades. Foi santuário dedicado aos deuses gêmeos Apolo e Artemis, tendo sido um dos três mais importantes centros religiosos da Grécia. Guarda remanescentes do século VIII a.C., como o grande anfiteatro. Há, também, um museu no local, construído em 1904, com estátuas e relíquias de Delos.

Praias

 

Para todos os gostos: gays, nudismo, baladas ou simplesmente para relaxar. A areia é mais clara e mais agradável de caminhar e o mar tem uma cor maravilhosa.

As praias mais visitadas são: Elia, Paradise, Super Paradise, Paranga (ou Paraga), Psarou e Platis Yalos (ou Platis Gialos).

Mergulho

mergulho-dicas-de-viagens-Mykonos-grecia-rodrigo-gurgel-agente-de-viagens-personalizadas
Algumas praias como a de Kalafatis alugam equipamentos para mergulho e oferecem cursos com guias especializados.

Baladas

baladas-dicas-de-viagens-Mykonos-grecia-rodrigo-gurgel-agente-de-viagens-personalizadas
As praias de Paradise e Super Paradise, durante a alta temporada, possuem uma programação bem cheia para os baladeiros de plantão. Apesar dos bares dessas praias funcionarem quase ininterruptamente, a agitação começa a partir das 15h.

Em Paradise, por exemplo, além do bar da praia, existe uma balada (Cavo Paradiso) que acolhe e apresenta os mais famosos DJ’s do mundo durante o verão.

Interessante


A ilha de Mykonos é repleta de gatos. Repleta mesmo… não se assuste com a quantidade que encontrar nas ruas.

Também não se assuste se, ao andar pelas ruas de Chora, se deparar com um Pelicano enorme… É o Petros, mascote da ilha… Na verdade o Petros original já faleceu e se encontra empalhado no museu folclórico, porém logo a população da ilha tratou de substituir por outro.

Gastronomia

As especialidades gregas mais saborosas e conhecidas são a moussaka (beringelas acompanhadas de carne de cordeiro e condimentadas com canela e vinho tinto) e avgolemono (arroz com frango e ovos com sumo de limão). Destacam-se também as carnes assadas e os pratos feitos com peixe ou marisco. As refeições incluem, normalmente, entradas como keftedes (bolinhas de carne picante) ou tzatziki, um molho à base de iogurte, pepino e endro. Como sobremesa estão, entre outros, as baklavas, uma massa folhada com mel, baunilha e amêndoas.

As saladas gregas – frescas e de fácil feitura – são famosas internacionalmente. Nelas não faltam o azeite, o tomate, o pepino e o queijo feta, que é, possivelmente, o produto mais conhecido do país. Também é muito comum adicionar a estas saladas as famosas azeitonas gregas.
Dentro da tradição gastronômica grega encontramos também duas bebidas típicas do país: a retsina, elaborada com pinhões, e ouzo, de anis, que se torna escura ao adicionar água.

Onde comer

Spilia Restaurant

Avli Tou Thodori
Platys Gialos
M-eating
Mykonos Town
Gelarte Ice Cream
Mykonos Town
Kikis Tavern
Mykonos Town
Nautilus
Mykonos Town
Katerina’s Bar & Restaurant
Mykonos Town
Nostimon
Ornos
Fokos Taverna
Praia de Fokos
To Maereio
Mykonos Town
Karavaki Restaurant
Mykonos Town
Bonatsa
Platys Gialos
Avra Restaurant – Garden
Mykonos Town
Bakalo
Mykonos Town
Casa de Perainda: Um refúgio de bom gosto em Trancoso

Casa de Perainda: Um refúgio de bom gosto em Trancoso

Casa de Perainda

Primeiro de tudo, é bom lembrar que a Casa de Perainda mudou de direção há pouco mais de 6 meses. Avaliações anteriores não condizem absolutamente com o que se encontrará hoje – graças a Deus!

Tudo aqui é encantador:

Trancoso, por si só, é um destino que refresca o espírito, e proporciona muitos momentos que se tornam inesquecíveis. A Casa de Perainda integra-se exemplarmente a esse ambiente mágico, sem esfolar $$ o viajante: Todo o requinte despojado que se espera daqui, aliado a boas (várias!) doses de bom gosto, brindado com o carinho e cuidado dos proprietários (que são verdadeiros lordes) tornam essa ‘guest house’ uma ótima opção para uma estadia em Trancoso. A equipe enxuta e completamente disponível para os hospedes, fazem também uma enorme diferença. A cozinheira Erlândia é um perigo! Tudo o que faz é muito gostoso e daí fica difícil resistir!

casa-de-perainda-bahia-rodrigo-gurgel

Minhas dicas como profissional do turismo para quem pretende viajar pra cá, são, basicamente:

  1. Guest House é o termo ideal pra definir a propriedade:

    ela preza pelo alto nível de conforto das acomodações. Oferece um ambiente que se assemelha a uma “casa longe de casa” (home away home), onde você trata diretamente com quem vai executar o seu pedido. Normalmente são poucos quartos. Mimos e agrados são dispensados diariamente, tornando sua base no destino um lugar pra lá de acolhedor;

  2. O café da manhã é a primeira surpresa do dia:

    a mesa posta com um tema diferente a cada dia disputa a atenção com os quitutes deliciosos preparados na própria casa. Não deixe de pedir uma tapioca preparada na hora, e quem sabe uns ovos mexidos, deliciosos;

  3. Os banheiros são uma atração imperdível:

    Sem comprometer absolutamente sua privacidade, você vai tomar diariamente um bom banho integrado a natureza, no jardim particular de cada quarto. Prefere um banho de banheira? 2 das 4 acomodações possuem, basta escolher corretamente seu quarto;

  4. Muito próximo ao buxixo do Quadrado, onde estão concentrados restaurantes e comércio:

    Os proprietários optaram por uma solução muito interessante e que no final, faz com que o valor das diárias seja bem melhor que a concorrência de mesmo nível: eles não oferecem os serviços de restaurante para almoço ou jantar. Eles oferecem lanches rápidos que garantem, ate as 21h, que ninguém fique com fome! E voce escolhe, entre Trancoso e as vizinhas, onde fazer suas refeições;

  5. Ambientes:

    as paredes são banhadas por inúmeras obras de arte interessantíssimas de artistas renomados. Para os críticos de arte (não é o meu caso), um verdadeiro deleite esta a disposição, aqui e acolá, em praticamente todos os ambientes. E o melhor: Virgilio, um dos proprietários, discorre deliciosamente e sob pedido, sobre as historias curiosas de cada uma delas.

A piscina é uma outra delicia para relaxar no fim do dia, após uma programação intensa sob o sol da Bahia.

casa-de-perainda-bahia-rodrigo-gurgel-7

Resumo:

Se você procura um lugar pequeno, lindo, bem localizado, com bom valor e esta de acordo com o que vai receber, vá e não se arrependerá!

casa-de-perainda-bahia-rodrigo-gurgel-5

Dica de quarto:

Escolham os quartos que possuem banheira, mesmo que não pretenda usá-la.

casa-de-perainda-bahia-rodrigo-gurgel-quarto